Palestinos vandalizam e incendeiam o Túmulo de José

Primeiro-ministro criticou ação desrespeitosas no local sagrado.
Publicado em 11/04/2022

Palestinos vandalizaram o Túmulo de José, perto da cidade de Nablus, na Cisjordânia, após incendiarem o local, provocando reação do primeiro-ministro israelense Naftali Bennett, que disse estar chocado com os dados ao santuário.

"Durante a noite, os palestinos destruíram a Tumba de José. Dezenas de manifestantes palestinos em uma campanha de destruição simplesmente violaram um lugar sagrado para nós, os judeus", disse Bennett no início da reunião do gabinete.

"Eles quebraram a lápide do túmulo, incendiaram quartos do complexo – eu vi as fotos e fiquei chocado", disse ele.

De acordo com o Times of Israel, o premiê israelense afirmou que não irá tolerar ataques contra um lugar que é sagrado para os judeus, lembrando que o país está na véspera da Páscoa, prometendo identificar os responsáveis.

"Não vamos tolerar tal ataque a um lugar que é sagrado para nós – na véspera da Páscoa – e vamos chegar aos desordeiros", disse ele. "E é claro que nos certificaremos de reconstruir o que eles destruíram, como sempre fazemos."

Ao todo, cerca de 100 palestinos invadiram o local durante a noite, revoltaram-se e atearam fogo, antes de serem dispersos pelas forças de segurança palestinas, disse o porta-voz das Forças de Defesa de Israel Brig. disse o general Ran Kochav.

Compartilhe em suas redes sociais